Carlos Garcia

Ricardo Amorim é um dos economistas mais famosos no Brasil, ele é o presidente e dono da Ricam Consultoria, uma prestadora de serviços na área de negócios e economia global, que tem como prestação de serviços consultorias e palestras, com a missão de assessorar clientes e ouvintes das tendências econômicas que acontecem globalmente e no território brasileiro, para que as pessoas consigam identificar oportunidades em meio ao mercado.

Ricardo Amorim é um economista, formado pela USP, é pós-graduado em Administração e Finanças Internacionais pela ESSEC de Paris. Atua no mercado financeiro desde 1992, onde trabalhou em Nova York, Paris e São Paulo, sempre como economista e estrategista de investimentos.

É o único brasileiro incluído na lista dos mais importantes e melhores palestrantes mundiais do Speakers Corner, sendo que Ricardo Amorim faz há anos, palestras sobre economia e tendências no Brasil e exterior. Onde também é palestrante em eventos fechados de empresas de destaque, congressos, feiras de negócios, e universidades de grande prestigio como Harvard e Columbia. Foi palestrante-âncora e dividiu painéis com figuras ilustres, de economistas ganhadores do Nobel a ministros de estado e presidentes de bancos centrais.

Ricardo Amorim é um dos debatedores do programa Manhattan Connection da Globo News desde 2003. É também colunista na revista IstoÉ e apresentou a coluna Economia & Negócios na Rádio Eldorado.
Saiba mais sobre o Ricardo Amorim aqui.

 

Futuro-Mercado-Imobiliario-rio-

Novo governo

Para Ricardo Amorim, com a eventual saída da presidente da República Dilma Rousseff, entramos com um novo governo presidencial, comandado por Michael Temer. Mesmo com as fragilidades que o novo governo possui e são claras a todos, ele possui condições favoráveis para uma mudança econômica. Em primeiro, devido estar fazendo diagnósticos mais precisos, corretos de que maneira resolver os problemas relacionados as contas públicas que estão influenciando em grande escala da nossa atual situação financeira.

Em segundo, o novo governo possui uma grande vantagem em cima do antigo governo da ex-presidente Dilma Rousseff, que é possuir uma grande base de apoio político mais sólida do que o antigo governo que sofria com isso. Isso significa que o atual presidente da república terá maiores condições e força para aprovar no Congresso leis e medidas que possibilitam uma alavancada na economia brasileira, como medidas relacionadas ao limite de gastos públicos e uma possível reforma da Providência. Executando essas medidas, o Brasil terá a sua confiança em relação a ser um bom local para ser investido de volta, a confiança e credibilidade que o país tinha internacionalmente e com isso os investimentos irão retornar, com a volta de investimento estrangeiro, irá gerar mais empregos, consumo e outros. Fazendo com que a economia volte aos trilhos e com isso essa crise econômica passe.

 

Virada Econômica

Para o economista o Brasil já passou por períodos de crise econômica e ele qualifica esse momento como uma economia cíclica, no qual estará em mudanças daqui a algum tempo, algo que já é normal no território brasileiro. Antes do governo Lula tivemos uma crise econômica que depois foi superada através de medidas internas e de questões externas que fizeram com que países emergentes como o Brasil crescessem de forma gigantesca, fazendo com que ficassem mais fortes economicamente, que foi o caso do Brasil.
O Brasil irá ter uma nova guinada econômica em um futuro próximo, diz o economista Ricardo Amorim, que para isso, quando a Proposta de Emenda Constitucional a popularmente conhecida como PEC dos limites de gastos públicos for estabelecida e se torne realidade, junto com a reforma da Previdência consiga avançar, o país terá dinheiro para investir e não estará tão endividado como está no atual momento, com isso os juros irão diminuir e as pessoas poderão comprar mais, fazendo com que a economia volte a sua normalidade.

Futuro-Mercado-Imobiliario-grajaú

 

Futuro do Mercado Imobiliário

O futuro do mercado imobiliário brasileiro é muito grande, muitas pessoas influentes e economistas como Ricardo Amorim, dizem que esse é um mercado em grande crescimento no território nacional. O Brasil tem grande potencial a ser explorado no mercado imobiliário, o futuro do mercado imobiliário brasileiro é muito bom, em breve terá um grande aumento nas aquisições de imóveis em todo território nacional. A economicamente o mercado imobiliário é muito forte, quem está investindo nele tem grades chances de ter um bom retorno no futuro.

Por isso invista em imóveis, seja ele qual for, pode ser imóvel na planta, que tem uma grande possibilidade de arrumar um desconto na hora da compra. Lembrando que antes de investir em qualquer imóvel veja a melhor forma de financiamento para o mesmo, assim você pode ter um controle maior sobre o dinheiro investido.

A crise como qualquer coisa na vida, ela passa, o Brasil em breve dará uma guinada em sua economia, por isso não deixe de investir agora para colher bons frutos no futuro, como muitos especialistas dizem, a crise serve para gerar grandes oportunidades. Por isso invista em um mercado com grande possibilidade de crescimento como o mercado imobiliário.
Já tem muitas pessoas lucrando na crise vendendo imóveis, caso tenha interesse saiba mais aqui.

 

Gostou do artigo?

Caso queira tirar alguma dúvida ou tenha alguma sugestão entre em contato conosco.

Carlos Garcia

Consultor imobiliário, perito avaliador judicial e extrajudicial da Bertholini Imobiliária. Seja na compra, venda, locação ou na legalização do seu imóvel, o Carlos Garcia está preparado para lhe ajudar.

SFH ou SFI: Qual é o melhor financiamento para você
10 maio
Comprar

SFH ou SFI: Qual é o melhor financiamento para você

Antes de começar a busca pelo imóvel dos seus sonhos, é muito importante se planejar financeiramente para isso. Uma das […]

leia mais
Como anunciar meu imóvel gratuitamente?
26 jun
Vender

Como anunciar meu imóvel gratuitamente?

  Vamos vender ou vamos alugar seu imóvel? Atualmente vender ou alugar um imóvel não é uma tarefa tão fácil, […]

leia mais